​NOTÍCIAS & EVENTOS

Serviço comunitário

melhorar  continuamente   através  da  QUALIDADE.

O  SISTEMA  DE  COMISSIONAMENTO  DA  INDUSTRIA.

ATRAVÉS  DE  CURSOS  DAS  FERRAMENTAS  DA QUALIDADE

 

  A ESCOLA

 

MEU  CREA DIGITAL 

TELECOMUNICAÇÕES ONLINE

CONHEÇA  A  ORDEM  DOS  ENGENHEIROS  PORTUGUESES      - OEP

congresso de  petróleo & gás 2020

BREVE  TEREMOS  CURSO  DE FERRAMENTAS  DA  QUALIDADE  no  COMISSIONAMENTO INDUSTRIAL .
 
presencial e  virtual 
 
WEBINAR
 
Aguardem 
 
links  das FERRAMENTAS
==========================

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

 

Capítulo 1:As definições de qualidade; Conceito de brainstorming; Conceito debenchmarking; Conceito de core business; As 8 dimensões da qualidade de DavidGarvin – MTBF, MTTR e SLA; As 3 esferas da qualidade; Conceito de gerência pró-ativa e reativa, Conceito de contigência, Conceito de recall, Medições da qualidade – tipos; Metas – Definição – Tipos – Dimensões – Cuidado com meta saudaciosas; Fatores de aumento da produtividade; Fatores de aumento da competitividade; Conceito de sobrevivência da empresa e do produto; Programados 5S – cinco sensos; Programa dos 9S – Extensão dos 5S

Capítulo 2: CicloPDCA de Deming:

Origem – Shewhart; Divulgação do ciclo Deming;Representação gráfica do ciclo PDCA; Os quatro quadrantes do ciclo PDCA; Definiçãode problema; Definição de processo; Os seis passos do ciclo PDCA; Apresentação das ferramentas da qualidade

Capítulo 3: TQC – TOTAL QUALITY CONTROL

Conceito; Os mestres da qualidade e do TQC : ArmandVallin – FEINGENBAUN;Joseph Moses – JURAN;William Edwards – DEMING;Philip G. –CROSBY; Kaoru – ISHIKAWA. Genichi – TAGUCHI; Abraham Harold – MASLOW

Capítulo 4: PADRONIZAÇÃO DE PROCESSO

Conceito de processo; Conceito de eficiência e eficácia; Conceito de padronização; Princípios fundamentais da padronização;Documentação de processos; Fluxograma de processo; Tabela 5W + 2H e tabelaRECI; Planejando a padronização; Implantando a padronização; Avaliando e melhorando a padronização; Problemas na padronização.

Capítulo 5: Métodos Estatísticos paramelhoria da qualidade

Conceitos básicos do controle estatístico; As 7 ferramentas básicas do CEP, Coleta de dados; Análise de Pareto, Diagrama de causa e efeito (6Ms); Diagrama de dispersão; Gráficos de controle

Capítulo 6: GARANTIA DA QUALIDADE NASEMPRESAS

Histórico e Conceitos; Implantação e garantia da qualidade; Sistema de gestão da qualidade; Normas série ISO 9000, Normas série ISO 14000, ABNT e CB-25; Avaliação de conformidade e certificação; Analisando o problema das interfaces departamentais; Importância da ISO no setor de petróleo

Capítulo 7: AVALIAÇÃO DA EXCELÊNCIA DA QUALIDADE

PNQ – PRÊMIO NACIONAL DA QUALIDADE (A história da FPNQ; Troféu do PNQ; Requisitos para a candidatura ao PNQ;Processo de avaliação; Fundamentos da excelência; Critérios do prêmio nacionalde qualidade; Pontuação dos critérios do PNQ) ; OUTROS PRÊMIOS DA QUALIDADE NO BRASIL; OUTROS PRÊMIOS DA QUALIDADE NO MUNDO

NOTICIAS  DO  SETOR:

Ultimas Notícias:

IDENTIFICAÇÃO DE  PLACA    MOTORES WEG

CREA/CONFEA X  OEP(ORDEM DOS ENG.PORTUGUESES)

São cumpridas hoje, dia 30 de abril,2019,  duas décadas desde que o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia do Brasil (CONFEA) e a Ordem dos Engenheiros de Portugal (OEP) celebraram, em Brasília, um protocolo de intenções que visava "estabelecer uma sistemática cooperação entre as duas instituições” que facilitasse um efetivo reconhecimento das qualificações para o exercício da profissão de engenheiro no Brasil e em Portugal, tendo em vista um processo de "credenciamento profissional mútuo”.

 

A redação e assinatura deste documento só foi possível graças ao empenho e atitude visionária dos dirigentes do CONFEA e da OEP de então, convictos de que o mesmo aportaria reais vantagens para os engenheiros de ambos os países.

 

Volvidas duas décadas e ultrapassados vários imprevistos e percalços, com igual empenho e determinação dos sucessivos dirigentes de ambas as organizações, foi possível passar das intenções do primeiro documento para uma prática efetiva, consubstanciada no Termo de Reciprocidade, firmado igualmente em Brasília, a 29 de setembro de 2015, e  que hoje regula as concretizações entre as duas entidades, permitindo que os profissionais destes dois países exerçam, com reconhecimento mútuo das suas competências profissionais, a sua atividade profissional. 

 

 

 
 
 
 
 

 

EQUIPES  DE  ALTA  PERFORMANCE
 
energia tirada  do  mar
DOCUMENTAÇÃO  DE  COMISSIONAMENTO  ,  FLUXOGRAMAS  E  PLANILHAS  GANTT
 
VIDEOS DA ORTENG ENGENHARIA
PREPARANDO  ATRAVÉS  TREINAMENTO  ,USO  DE  FERRAMENTAS  DE  CONTROLE  DE  PROJETO,ESQUEMAS  ,PLANILHAS , PPI/PDI ,
 CAD 2D/3D.
DESENHO  UNIFILAR  
 
EM  CIRCUITOS  ELÉTRICOS 

© 2015 por BLACKONLINE . Orgulhosamente criado por Wix.com

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • w-googleplus
  • w-youtube